Há varias maneiras de sair de casa

Sair de casa é um passo importante na vida do jovem adulto. Isso costuma acontecer nas mais diversas idades, portanto, será que tem uma idade certa para morar sozinho? A resposta é simples: a idade certa é quando você tiver coragem para abandonar seu confortável lar. Quando digo confortável, me refiro a um cenário onde sua mãe, maior feitora das atividades domésticas, te livrava da maior carga de tarefas, as quais você deveria contribuir, ou mesmo assumir. É claro que você pode fazer sua parte, limpar a casa, lavar o banheiro, mas nada se compara a dirigir a própria casa.

giphy15

Sair de casa pede bom senso e capacidade de análise

Sair de casa não é uma decisão que deve ser tomada sem pensar e ponderar bastante. O momento certo para morar sozinho é quando você tem um mínimo de tempo disponível. Se você faz doutorado, não possui remuneração, aos finais de semana trabalha para a igreja e sua mãe faz tudo em casa, não espere que seu projeto de morar sozinho funcione. Cuidar de uma casa para que ela fique minimamente habitável custa tempo e, quando o tempo é escasso demais, custa MUITO dinheiro. Uma casa requer atenção, planejamento, organização e principalmente, AÇÃO. Você vai ter que se virar sozinho!

giphy16

Antes de controlar seu próprio imóvel, veja se consegue controlar a própria vida

É muito comum encararmos projetos sem a mínima ideia de como vamos executá-los. É o famoso “dê o primeiro passo que o universo faz o resto”. Isso não só é mentira como pode te enfiar em uma tremenda enrascada. Se você não consegue controlar a própria rotina, não espere controlar sua casa. Você vai ter que lavar as próprias roupas, a própria louça, a louça das visitas que receber, seu próprio banheiro (quando não forem 2) além de ter que preparar a própria comida, ou então se preparar para gastar muito dinheiro comprando comida fora e, consequentemente, adoecendo muito mais por comer comidas pouco saudáveis. Antes de iniciar o projeto de sair da casa dos seus pais, tenha uma boa ideia pelo menos de como funciona sua rotina, ou então, você será surpreendido por ter programado lavar roupas no sábado durante todo o dia, mas se esqueceu de que estará fora o dia todo.

giphy14

Anote todas as atividades que você faz hoje que são essenciais, como: trabalhar, ir à faculdade, ir à academia, etc. Após identificar as atividades essenciais, veja quais dias e horários livres você tem para encaixar as tarefas domésticas, pois acredite, se você deixar para fazer tudo aos finais de semana, estará estafado em um curto período de tempo.

Tarefas aparecem e você deve escolher quais são prioritárias

Mesmo anotando tudo que deve ser feito, você será surpreendido! É muito comum nos esquecermos de tarefas, principalmente quando não tínhamos o hábito de fazer tais tarefas antes. O ideal é que o planejamento de uma rotina aconteça aos poucos, para dar tempo de a cabeça pensar em todas as atividades e etapas existentes no dia a dia.

giphy13

É bom que você separe um caderninho ou bloco de notas e anote “lista de tarefas de casa”. Comece a escrever as tarefas que devem ser feitas, como: lavar as roupas de trabalho, lavar o banheiro, etc. Deixe o caderninho em algum lugar visível no seu quarto (ou mesmo na sua mochila/bolsa) e, quando se lembrar de alguma tarefa que deverá ser feita, anote. Depois de uma semana, provavelmente você terá se lembrado das tarefas essenciais. As outras tarefas podem ser lembradas à medida em que você lida com a rotina do lar, como lavar as vidraças, por exemplo, que é algo que deve ser feito, mas dada à frequência, é comum que esqueçamos.

Você precisa de um cronograma para as tarefas domésticas

Identificou as tarefas que você terá de fazer quando for o rei ou rainha do seu próprio cafofo? Ótimo! Hora de elencar prioridades! Existem tarefas diárias, semanais, mensais. Existem também tarefas essenciais, aquelas que o mundo vai a chão, caso não sejam feitas (não lavar roupas de trabalho, por exemplo). Tirar o lixo, por exemplo, é uma das tarefas que não podem ser acumuladas – até podem, mas não vamos arriscar pegar doenças ou deixar a casa toda fedorenta, né?

Seu cronograma deve priorizar as tarefas mais importantes e não se assuste se em uma ou várias semanas você não conseguir esvaziar o cesto de roupas sujas. Quanto mais adulto, mais responsabilidades. Quanto mais responsabilidades, mais tarefas a serem feitas. É normal, não se preocupe!

Você precisa aprender a cozinhar

giphy12

Apesar de cozinhar ser uma tarefa doméstica, é importante frisar a necessidade que sair de casa implica. PRA MORAR SOZINHO TEM QUE SABER COZINHAR, ou ganhar uma fortuna e não se importar de gastar muito dinheiro comendo fora todos os dias. Comer fora é caro, ainda mais todos os dias. Quanto mais saudável e completa for sua refeição comprada fora, mais cara ela deve ficar. Em Belo Horizonte, por exemplo, não é incomum pagar mais que R$50,00 em  uma porção de carne na chapa e arroz para duas pessoas. Então, aprenda a cozinhar, a menos que queira ver boa parte do seu salário ser gasta com comida no dia a dia.

Automatismos que o dinheiro compra

Separo aqui uma dica especial para os automatizadores de plantão: o que seu dinheiro permitir, automatize! A tecnologia tem um mundo de dispositivos prontos para te ajudar, basta você desembolsar o valor correto. Hoje já existem robôs que varrem e passam pano na casa, fritadeira sem óleo, robô limpador de janelas e máquinas que lavam louças. Eu mesma tenho uma lava-louças e foi um dos maiores investimentos que fizemos lá em casa. Permita que seu tempo seja poupado usando máquinas para fazer tarefas que ocupam parte da sua rotina. Você deve economizar o máximo de tempo possível para gastar com o que não pode ser automatizado.

giphy17

Sejamos realistas: as coisas vão acumular, não se assuste!

Por mais esforço que você faça, as tarefas vão acabar se acumulando. Se você tem uma vida social minimamente normal, vai sair, ir a festas de formatura ou casamentos. Vai visitar sua mãe no dia das mães e ficar o domingo todo com ela ou então, sair com seu afilhado e passar o sábado todo no parque. Em algumas ocasiões, será possível planejar antecipadamente (uma agenda ajuda muito nessas horas) e não atrasar as tarefas de casa. Entretanto, não é bem assim que a banda toca. A menos que seus amigos, familiares e conhecidos sejam todos burocratas virginianos (é o que dizem deste signo né?), não espere que eles se planejem com antecedência o suficiente para que você possa mudar seu planejamento em virtude do deles. Saiba que imprevistos acontecem e por isso, não se incomode se em uma semana ou mais não conseguir manter a ordem em casa, ok?

Sair da casa dos pais não é fácil, parece aterrorizante, mas vale muito a pena. Você amadurece, aprende a lidar com responsabilidades que antes não precisava e sente os efeitos das suas desorganizações de maneira muito mais intensa e veloz. Mas quando tudo vai bem, tenha a certeza de quem está por trás de toda a organização, planejamento e rotina é você e o mérito é todo seu!

giphy11

Se você curtiu esse post, compartilhe com alguém que está pensando em sair da casa dos pais. Informação boa é informação compartilhada. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s