“Nunca antes na história da humanidade se produziu tanta informação.”

Segundo a revista Forbes, nos últimos dois anos, o volume de dados produzidos foi maior do que todo o volume produzido pela humanidade, em toda sua história. A tecnologia trouxe rapidez e isso fez com que a população pudesse acessar informações do mundo todo em poucos segundos. Se antes demorava uma viagem de navio para saber que alguém está doente, hoje uma mensagem chega em velocidade instantânea.

Com o acesso à informação, veio a independência. Os sites ficaram cada vez mais robustos e surgiram mais provedores, plataformas e redes sociais. Com o crescimento das redes sociais, os leitores e espectadores passaram a ser também, produtores. Nunca houve tantos produtores de conteúdo na internet como há hoje em dia. Youtubers, blogueiros e gamers, todos produzindo conteúdo em grande volume, sem parar. A metáfora aqui é como uma roda de conversa de antigamente. Todo mundo contava seus casos, eram bons em contar histórias e ensinar sobre suas experiências. Agora transporte isso para o mundo virtual e pronto: digitais influencers exercendo os papéis daqueles seus familiares cheios de histórias a contar.

Toda essa informação permitiu grandes benefícios como a facilidade em pesquisar e, em alguns segundos, desmentir aquele boato de família. Entretanto, o volume de informação está nos deixando, no mínimo, estafados. Como se proteger do cansaço mental causado pela informação em excesso? A gente te ensina!

1 – Dê uma maneirada nas redes sociais

Imagine que você está sentado em uma mesa de bar com 350 amigos e assim que um acaba de falar, o outro começa. Depois de 1 hora, você provavelmente vai querer sair correndo de lá, com a cabeça zumbindo de tanto ouvir seus amigos. É basicamente isso que acontece quando você fica um hora rolando a timeline do Facebook ou Instagram, por exemplo.

giphy-1

As redes sociais foram feitas para que você interaja com elas o máximo que puder. Sabe aqueles testes feitos com ratos onde o rato aperta um botão esperando cair uma recompensa? O mecanismo das redes sociais funciona e maneira semelhante: você atualiza e PLIM: uma nova informação surge. Você atualiza e nada, atualiza  de novo e nada, e assim você perde horas acessando suas redes, até ver uma nova informação, o que faz você ficar atualizando eternamente a página.

Para evitar o cansaço causado pelo excesso de informação, reduza seu tempo de acesso às redes. Você pode começar diminuindo 5 minutos por dia e progredir até que tenha reduzido 30 minutos diários. “Mas, eu nem passo tanto tempo assim nas redes sociais!”. Se você consultar as configurações do seu telefone e ver o tempo gasto com os aplicativos, ficaria surpreso com a quantidade de tempo gasto por dia em mídias sociais.

2 – Respire fundo/medite – a mente precisa esvaziar

giphy-5

Quantas vezes você respira fundo por dia? Talvez nenhuma, a não ser quando fica bem bravo e solta aquela “baforada”, né? Respirar de maneira consciente é ótimo para o corpo, pois oxigena o cérebro e permite adquirir clareza mental para tomar decisões. Graças à facilidade de acesso a informação, a meditação tem sido muito divulgada e seus benefícios são incontáveis. A meditação costuma ser a prática de respirar de maneira consciente e controlada, focando na não identificação com os pensamentos que surgem. Essa não identificação seria simplesmente deixar que os pensamentos passem, ou seja, “esvaziar a cabeça”. Ao contrário do que muitos pensam, meditar não é ficar sem pensar em nada, mas sim a prática de fazer isso, portanto, quanto mais sua mente anda cheia, mais recomendado é que você comece a meditar.

3 – Faça um detox digital

giphy-3

A tecnologia é ótima e ajudou muita gente, mas já reparou que ela está presente em todos os lugares? Se não nos esforçarmos ativamente para ficarmos distantes, somos cercados de tecnologia todo o tempo. Com a tecnologia, vem a informação em plataformas de acesso rápido, o que aumenta a sensação de que o mundo é veloz, mas não é (pelo menos não em sua totalidade). Viver neste paradoxo entre o mundo real e o virtual causa ansiedade, pois queremos que tudo se resolva da maneira mais rápida possível. Dedique um período na sua semana para ficar longe da tecnologia. Hoje já é possível encontrar retiros para fazer um bom detox digital. Quando nos afastamos da tecnologia, percebemos quanta coisa o mundo tem a oferecer e como a vida é bonita, mesmo sem os equipamentos com os quais estamos tão acostumados.

4 – Substitua o hábito da rede social pelo de ler um livro

giphy-2

O ser humano é cheio de hábitos. Isso é normal e não precisa ser combatido. Os hábitos que ruins podem ser substituídos pelos bons. Quando estamos em uma fila, é comum pegarmos o telefone e logo abrirmos o Facebook, Instagram ou Twitter. Alguns aparelhos já contam, hoje, com a possibilidade de limitar o tempo de uso de alguns aplicativos, o que é ótimo e ajuda demais na substituição dos maus hábitos. Entretanto, se seu aparelho não conta com essa opção, baixe aplicativos que te estimulem a fazer algo mais útil ou então, te forneça informações menos descartáveis. Você com certeza pode deixar de saber onde sua vizinha está dando check-in! Eu tenho substituído o acesso as redes sociais pelo uso do Kindle (um aplicativo para leitura) e tenho lido muito mais no dia a dia depois que comecei a fazer isso.

5 – Pratique atividades que precisem de concentração

giphy-4

Recentemente, se tornou popular na psicologia o uso do termo “flow” que é, basicamente, o momento em que você está tão envolvido com uma atividade que sequer percebe o tempo passar. Para alguns, o estado flow pode ser, inclusive, considerado como uma forma de meditação. Portanto, procure fazer atividades que te envolvam por completo. Quando faço artesanato, por exemplo, o tempo passa e eu mal vejo. Pratique mais destas atividades. Enquanto você está envolvido com uma atividade que te deixa completamente envolvido, está longe de ser vítima dos diversos containers virtuais de informação que te cercam, prontos para despejarem conteúdo em você de maneira descontrolada.

Se você gostou dessas dicas, compartilhe. Informação boa é informação compartilhada! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s