Mas afinal de contas, o que é produtividade?

Em 2017 em me vi como a maioria das pessoas que se formam na faculdade: desempregada. Trabalho desde os 17 anos e comecei a trabalhar para ter independência financeira dos meus pais. Ficar desempregada nunca tinha sido uma realidade, mas foi. E eu perdi as contas de quantas vezes chorei nessa época de desespero por ter que depender financeiramente de outra pessoa que não eu mesma.

Naquela época eu morava na casa da minha mãe, junto com meu marido. Por falta de grana, fomos morar na casa do meu pai e depois passamos um tempo morando na casa da minha mãe. E meu marido, que era meu namorado na época, foi quem me deu suporte financeiro até que eu conseguisse um trabalho. Por sorte, destino e competência, não demorou para que eu conseguisse um trabalho, tendo ficado 1 mês e meio desempregada. Até que apareceu uma oportunidade para levantar uma graninha…

Fui chamada para ser ASSESSORA DE NEGÓCIOS de um grande negócio digital de evolução pessoal. Eu fazia a parte burocrática, operacional uma parte da estratégica, para que a dona do negócio, pudesse ter mais tempo livre para se especializar no assunto que ela deveria dominar: o autoconhecimento e evolução pessoal. Durante essa assessoria, eu resolvi pepinos dos mais variados possíveis, incluindo a organização de um evento presencial em São Paulo, mesmo fazendo tudo da minha casa, em Belo Horizonte.

Mas eu tinha um desejo e um plano. E o plano não envolvia continuar como assessora daquele negócio!

Eu precisava de conforto financeiro durante um tempo para começar e alavancar meu negócio pessoal, o Ficou Ótimo. Pra isso, eu tracei um plano que consistia em basicamente dois passos: passar em um concurso que me desse uma boa remuneração e assim que entrasse no concurso, começar o Ficou Ótimo.

O Ficou Ótimo era uma ideia abstrata de otimização pessoal, focado em rotinas e hábitos. Mas na época eu ainda pensava que ninguém gostaria disso e que o negócio poderia ser um grande fracasso. Mas alguma coisa me fazia sempre insistir. E assim eu fiz!

Sentei e analise, então, os concursos que eu poderia fazer e um deles tinha acabado de abrir o Edital (documento de referência com todas as informações sobre o concurso). A prova seria em 2 meses e era uma boa oportunidade. Boa o suficiente para eu achar que não poderia deixar passar. Mas eram só 2 meses e eu tinha medo, muito medo.

Depois de ler o Edital eu percebi que meu tempo estava contado e eu não podia fazer muito a respeito, a não ser uma coisa: ser extremamente produtiva. Eu tinha pressa e precisava muito daquele concurso, pois só assim eu conseguiria colocar meu plano de botar o Ficou Ótimo pra funcionar, enquanto tinha um emprego estável.

Eu só tinha 2 meses para passar no concurso e eu precisava ser produtiva!

As pessoas costumam associar produtividade com fazer muito em pouco tempo e eu discordo disso. A produtividade é, na minha visão, a capacidade que você tem de aproveitar, da melhor maneira possível, alguma coisa. Pode ser um período de tempo medido em horas ou mesmo a leitura de um livro. Produtividade é a característica de ser produtivo, que é, nada mais nada menos, que aproveitar, tirar proveito, ou seja, a capacidade de produzir. Produzir é criar, realizar, gerar, é ser fértil! É com essa explicação sobre produtividade que eu gosto de trabalhar.

Voltando ao concurso, eu precisava ser produtiva. Precisava ter o máximo de produtividade, num prazo curtíssimo: 2 meses. E como diachos eu iria fazer isso?

Quando as pessoas decidem estudar, elas confiam pouco nas suas próprias capacidades, o que as faz já começarem a estudar da maneira que eu acho mais errada possível: pelo básico da teoria.

Mas foi trazendo conceitos de colégios e cursos de inglês que eu encontrei o primeiro segredo da produtividade com propósito que é: você precisa saber onde está! E saber onde está é fazer um diagnóstico do seu nível de conhecimento em um conteúdo (ou vários) ou área da vida.

O que é otimização de vida?

Falar de produtividade e não falar de otimização é basicamente falar do céu sem falar que ele é azul. A otimização é a característica de otimizar, tornar melhor. Isso faz com que a produtividade seja lapidada. Ser produtivo envolve vários níveis e você sempre pode melhorar o quanto você é produtivo. A otimização de vidas é, portanto, a capacidade de analisar e ajustar qualquer área da sua vida, a partir da organização, tornando sua vida mais produtiva, ou seja, mais proveitosa!

Um exemplo: você pode ler um livro e ele te satisfazer. Você vai sentir que ele foi proveitoso. Mas você pode otimizar esse processo, anotando ideias enquanto faz a leitura. Isso é otimizar seu processo de leitura, torná-lo mais produtivo. A otimização faz parte do processo de refinamento da sua produtividade, seja em qualquer área da vida.

Quando surgiu a ideia de criar o Ficou Ótimo, só conseguia pensar em como estou sempre otimizando minha própria vida e a vida a dois. E hoje, ensinando sobre produtividade com propósito, vejo como toda a ideia que originou o Ficou Ótimo não foi em vão. Ao contrário, teve ainda mais sentido.

Como otimizar minha rotina?

Nesses dois meses de estudos para o concurso eu precisei otimizar minha rotina para que a aproveitasse da melhor maneira possível. O cenário parecia impossível: eu trabalhava como assessora de negócios em casa, morando na casa da minha mãe, precisando passar no concurso, tendo só 2 meses para estudar. Eu não sei se você já trabalhou de casa, mas as distrações para quem trabalha em casa são mais tentadoras do que uma caixa de Bis quando você decide fazer dieta.

Eu precisei observar meu ambiente, analisar os horários em que minha mãe estaria em casa e os horários em que ela não estaria. Precisei contabilizar quanto tempo eu precisava para preparar meu almoço e estabelecer um horário para realizar minhas refeições. Eu trabalhava o dia todo como assessora, ou seja, tinha tão pouco tempo como qualquer outra pessoa que trabalha o dia inteiro. E eu usei isso para poder traçar a minha estratégia. O trabalho precisava ser feito e eu PRECISAVA MUITO passar naquele concurso.

Para conseguir otimizar minha rotina eu também observei como poderia reduzir o tempo que gastava para preparar refeições, diminuir o tempo no banho e diminuir minha interação com futilidades, que não estavam alinhadas com aquele momento da minha vida.

Como otimizei meus estudos?

Meu tempo para estudar era curto e dividido entre tarefas domésticas e outras obrigações da vida adulta. E essa foi a parte mais crítica que eu tive que vencer para conseguir aproveitar ao máximo meu tempo a fim de estudar para aquela prova.

Criei uma estratégia que começa pelo diagnóstico dos assuntos que eu não sabia e terminava estudando a teoria dos assuntos que eu errava quando resolvia questões de concurso. Essa estratégia, apesar de inovadora, é o completo inverso do que sempre me ensinaram na escola. Mas foi isso, EXATAMENTE isso que me fez ser APROVADA no concurso.

Produtividade e organização

Outro assunto que anda juntinho com a produtividade é a organização. Conquistar sonhos exige coragem, determinação e organização. Se organizar é fundamental se você quer conquistar qualquer coisa na sua vida. A organização não é aquela planilha extensa, cheia de recursos que você acha chata. A organização é o que te dá poder para que você tome DECISÕES. Existem duas coisas que te impedem de ter sucesso nos seus projetos: a primeira é a falta de autoconfiança, que te faz acreditar que você não é capaz, mas eu te digo: você é sim! A segunda é a falta de organização, que te impede de ter clareza de onde você está, quais ferramentas e métodos você tem e o que você precisa fazer para chegar onde quer. Se organizar é ter noção das suas capacidades e acompanhar sua própria evolução, por menor que seja a etapa que você está executando.

Organização pessoal

Quando as pessoas me perguntam como começar com a otimização, eu sempre pergunto a elas: como é sua organização pessoal? Quase sempre elas me respondem que é péssima e que elas não tem paciência pra isso. Eu até entendo quem fala que acha planilhas chato, porque montá-las exige uma afinidade técnica que não é pra qualquer um, mas quando alguém me fala que seu nível de organização pessoal é extremamente caótico, eu digo que precisamos começar por aí.

É muito comum que as pessoas queiram otimizar suas vidas, por acharem que essa vai ser a grande solução para os problemas delas, mas não é. A grande solução para os problemas das pessoas, e para os seus, é ter domínio das informações relativas à sua própria vida.

Quando vemos grandes empresas, que têm seus objetivos alcançados, seja eles quais forem, todas elas têm uma coisa em comum: diretores executivos que dominam, na ponta da língua, as informações gerenciais da empresas. Com a nossa vida é a mesma coisa. Gerencial, apesar de ser um termo corporativo, nada mais é do que a administração. E administrar sua vida nada mais é do que você CUIDAR da sua própria vida, visando um ponto de chegada. Esse ponto de chegada pode ser um novo emprego ou uma prova de concurso como foi o meu caso. O ponto é: devemos agir como um Diretor Executivo e ter DOMÍNIO das nossas informações gerenciais, para que nossos projetos tenham sucesso.

Se na época que eu quis tentar o concurso, não tivesse organização para traçar uma estratégia, avaliar a estratégia semanalmente e fazer ajustes no que fossem necessários, eu não teria conseguido ser aprovada e não estaria aqui hoje contando esta história surreal, porém verdadeira para vocês.

Mas me conta uma coisa: como a otimização pode te ajudar hoje?

Um comentário em “Mas afinal de contas, o que é produtividade?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: